Na disputa do atual provedor do HM contra a AAHM, quem deve deixar o Hospital?

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Feliz Natal


Agradeço aos leitores e desejo a todos um feliz natal e um ano novo repleto de saúde, paz, fraternidade e realizações. Que, em 2012, João Monlevade escolha um governante que possa retirar o Município deste período político-administrativo de trevas, em que se encontra hoje e que a cidade possa retomar, definitivamente, sua cultura de progresso e de desenvolvimento há muito perdida. Um forte abraço a todos!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Prandini dá Mau Exemplo e sai pela Tangente

Ontem, ao passar pela Rua do Andrade, entre as avenidas Wilson Alvarenga e Getúlio Vargas, percebi que o carro do prefeito Gustavo Prandini (foto acima), um Fox preto de placa final 43, estava estacionado, em local proibido, em frente a garagem de sua residência, onde são permitidas apenas paradas de no máximo 10 minutos para o embarque e o desembarque, conforme indica a sinalização de trânsito presente no local. Depois de uma hora, voltei ao mesmo ponto daquela rua e o carro preto, ostentando na placa o número do Partido Verde, permanecia lá, dando continuidade ao desrespeito às leis de trânsito. Parei, novamente, e comecei a fotografar o flagrante de mau exemplo dado pelo prefeito de João Monlevade, na porta de sua própria casa. E não é que avisaram ao prefeito e ele veio, pessoalmente, para também ser fotografado. Vejam (foto abaixo) como ele sai pela tangente quando vê que o fotógrafo era eu. Numa cidade em que o desrespeito às normas e às leis pertinentes se caracteriza como a condicionante principal de um trânsito, totalmente, caótico, fica difícil de se ter alguma esperança por melhora, quando o mau exemplo vem de cima.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Férias


Estou me preparando para tirar férias. E a grande consideração e a gratidão que tenho para com os leitores deste blog levam-me a informar que nos próximos 30 dias estarei muito mais ausente do Monlewood, postando apenas de forma extraordinária, se for o caso. Ninguém é de ferro! Um enorme abraço a todos e meu muito obrigado.