quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Em Breve, Teremos que usar Máscaras




Fortemente, contaminado pelo populismo moreirista e temendo “perder votos”, o governo Teófilo Torres se afasta de qualquer política pública séria, voltada para a fiscalização no Município.
O setor de transporte pesado, demandado pela realidade de super-exploração da Mina do Andrade pela Arcelormittal,  então, não é fiscalizado em nada. Inúmeras carretas se utilizam das vias públicas como se fossem pátio rodoviário e nada acontece. Algumas, mais antigas, expelem colunas ascendentes de fumaça negra e tóxica e não são fiscalizadas. O minério de ferro que se perde no transporte rodoviário vai se acumulando pelas sarjetas das avenidas e a Arcelormittal não é chamada a se responsabilizar pelo dano causado ao ambiente urbano. Outras carretas trafegam, livremente, com a caçamba descoberta emitindo particulado rua afora. Também existem aquelas que derramam parte de sua carga nas vias publicas, como demonstram as fotos.
Assim, não há como ter qualidade de vida nesta cidade.

E somada à inoperância deste governo em tudo que demanda a liderança do prefeito, no caso das fotos, as mesmas carretas que derramam parte de suas cargas nas ruas, também são aquelas que transitam, intensamente, sobre as mesmas, levantando poeira em quantidade, que se espalha por todo o centro de João Monlevade. A continuar assim, em breve, teremos que usar máscaras anti poeira.