terça-feira, 9 de junho de 2015

Prandini Deve Apoiar Teófilo em 2016

A, praticamente, um ano do início da próxima campanha eleitoral, muitos são os rumores sobre quem serão os candidatos que disputarão o pleito de 2016.
Num cenário composto por um prefeito tão fraco, politicamente, como Teófilo Torres, e que já se apresenta como pré-candidato à reeleição, os pretendentes a uma vaga, seja no Executivo ou no Legislativo, se multiplicam, principalmente, dentro do grupo político de situação. O prefeito é tão fraco que vários de seus apoiadores nas eleições de 2012 têm, nos bastidores, colocado o nome para disputar a Prefeitura contra o próprio Teófilo.
E diante dessa espécie de “fogo amigo cruzado”, grandes cabos eleitorais de Teófilo em 2012 se destacam. Um deles é o ex-prefeito pevista, Gustavo Prandini, que se encontra, atualmente, exilado em Juiz de Fora, digerindo os 90% de rejeição popular que conquistou ao final de seu mandato.
 Como Prandini foi, sem dúvida, o maior cabo eleitoral do até então desconhecido Teófilo Torres, em 2012, nada mais lógico e justo que o ex-prefeito pevista mantenha sua trajetória de coerência política e apóie Teófilo nas próximas eleições. Só assim, com apoio de Teófilo, Prandini conseguirá se lançar candidato a uma cadeira na Câmara, por exemplo. Porque na oposição, Prandini jamais deixará de ser o que se tornou, desde 2012: um exilado político.