quinta-feira, 14 de abril de 2016

Monlevade Vive Surto Velado de Dengue


Apesar do silêncio da Administração Municipal, a sensação geral é de que Monlevade vive um dos piores surtos de dengue de sua história. A todo momento chega a notícia de mais um tombado pela dengue. A situação de atendimento no Hospital Margarida e nos postos de saúde é de apuros. 
É certo que o estado de imundice em que se encontra a cidade favorece o surto de dengue. Os criatórios do mosquito transmissor são urbanos. 
Diante de uma situação desta natureza, qualquer protocolo de saúde pública, minimamente eficiente, conduziria as autoridades locais para o acionamento de um alerta geral a ser divulgado em todos os meios de comunicação do município, informando sobre a conjuntura e convocando a população para se engajar no controle dos criatórios do mosquito, etc. 
Mas o protocolo dos Torres é o silêncio. A rádio Cultura, um concessão pública outorgada ao pai do prefeito, que deveria ser utilizada para informar a população em eventos dessa natureza segue nada divulga. A Secretaria de Saúde não solta uma nota sequer, nem mesmo os números. 
Enquanto isso, o Município segue sem curso, tal qual um navio fantasma e um após o outro, a dengue vai tombando o monlevadense, que também não encontra atendimento médico no Hospital Margarida.