terça-feira, 29 de agosto de 2017

Cassados os Direitos Políticos do Ex-prefeito Teófilo Torres


O ex-prefeito de João Monlevade, Teófilo Faustino Miranda Torres Duarte (PSDB), filho do ex-deputado e atual conselheiro do Tribunal de Contas de Minas Gerais, Mauri Torres, foi condenado à cassação dos direitos políticos pelo prazo de 03 anos, em ação de improbidade administrativa, por ter sido contratado, sem licitação, pelo município de Nova Serrana para prestar consultoria jurídica nas áreas tributária e previdenciária. 
Teófilo também foi condenado à proibição de contratar como Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo mesmo prazo.
Diante da cassação dos mandatos de Simone e de Fabrício e da possibilidade concreta de realização de novas eleições no fim deste ano, Teófilo era apontado como possível candidato do grupo de situação a concorrer o pleito temporão, uma vez que as condenações judiciais andam esvaziando o PSDB local de lideranças aptas a concorrer as eleições. 
Carlos Moreira já se encontra com os direitos políticos cassados até a metade do corrente século. Simone e Fabrício, caso confirmadas as cassações no TRE, terão os direitos políticos cassados pelos próximos 08 anos. Agora é o ex-prefeito, Teófilo, que se soma ao extenso rol dos inelegíveis do PSDB em João Monlevade, o que descarta por completo uma possível candidatura sua nas eleições que podem ser convocadas nos últimos meses deste ano.