Na disputa do atual provedor do HM contra a AAHM, quem deve deixar o Hospital?

sábado, 6 de dezembro de 2014

Como defenderia o Brasil, se nunca defendeu Minas?

Esse baderneiro nunca defendeu Minas Gerais. Vejam o que Aécio fez com Minas, ainda na era e ao lado de FHC e que a mídia não divulga. 
Minas, como o nome revela, nasce da mineração do ouro. O ouro criou Minas, em todos os sentidos. Hoje, vivemos o ciclo do ferro, no qual também se encontra muito ouro. O Quadrilátero Ferrífero e Aurífero se confundem, em Minas. FHC e Aécio, seu líder na Câmara dos Deputados, não só privatizaram a Vale, que detém o monopólio de fato na exploração mineral mineira, daquela forma vergonhosa e vil, como também, ao privatizá-la, mantiveram o marco regulatório estatal - que era próprio de um modelo estatal, mas totalmente inadequado ao atual privatizado. E hoje Minas tem os menores royalties da mineração do planeta - enquanto os royalties do petróleo são de 10% sobre o faturamento das petroleiras, os da mineração são de apenas 3% sobre o lucro das mineradoras- e o mineiro não pode mais minerar, apenas as grande empresas mineram. Na produção do ouro não existe nenhuma transparência e ele vai todo para o exterior, bancar as economias externas. 
O ouro criou Minas! E o minério, o que está fazendo? Nas megas Minas de Ferro do Cauê, Gongo Soco, Brucutu e das de Mariana e Ouro Preto, cada tonelada de minério de ferro contém cerca de 5 gramas de ouro. O mineiro hoje não pode mais minerar. Se o mineiro vai ao aluvião e de forma artesanal, como ha 300 anos, e depois de um dia inteiro de trabalho, apurar dois gramas de ouro, o que lhe renderia uma renda de cerca de honestos R$150,00, ele é preso. Essa é a pesada herança que Minas carrega do entreguismo de FHC e do "mineiro" Aécio Neves. Nuca defendeu Minas...como é que ia defender o Brasil?