terça-feira, 22 de setembro de 2015

Caíram as vendas? Baixe os preços.

O melhor remédio para a queda de vendas verificada no comércio monlevadense neste ano se chama “queda de preços”. Aliás, é o que estabelece a irrevogável lei econômica da oferta e demanda. Se a demanda caiu, os preços também devem cair.
Até as crises arranjadas geram uma gama de oportunidades e já passou da hora do comerciante monlevadense modernizar a forma de composição dos preços do comércio local. Aqui em Monlevade, o comerciante adquire uma calça jeans na 25 de Março, em São Paulo, por R$ 25,00 e a revende por R$ 200,00. Não existe margem de lucro, mas sim multiplicação escalonada dos lucros, que passam de 100, 200 ou 300%. Coisa muito similar com o que ocorria no Mercantilismo do séc. XV, quando comerciastes abasteciam uma nau portuguesa de especiarias, açúcar e seda, em Goa, e a revendiam na Europa obtendo lucros exorbitantes de 400%, na chamada Carreira da Índia.
O comercio moderno se caracteriza por margens menores de lucros que são compensadas  pelo grande volume de vendas. Se seu comércio vende pouco, trate de modernizá-lo. E comece pelos preços.  O Brasil não volta a crescer antes que haja deflação dos preços.