Na disputa do atual provedor do HM contra a AAHM, quem deve deixar o Hospital?

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Globo

Observo o comportamento da grande mídia nacional , ou seja, da Rede Globo e concluo que esses Marinhos devem receber uma grana preta de fora para fazerem o que fazem com o Brasil.
Em grande medida, um país moderno e complexo como o Brasil é resultado direto de sua mídia, pois é nela que os valores e os conceitos circulam.   
No entanto, com a Globo é diferente. Ela faz o contrário. Ao invés da grande mídia brasileira difundir os valores pelos quais qualquer nação séria e civilizada se edificaria, ela faz o contrário e, literalmente, sabota o país.    
Sabe por que, hoje, a sociedade brasileira está repleta de episódios bárbaros em que os filhos matam os pais e vice versa, em que um fica tramando a morte do outro, em que as controvérsias são ser resolvidas na base da surra e da vingança, sob a vigência suprema da Lei de Gerson, do vale tuto nacional e de várias outras coisas? Porque são esses os valores transmitidos pela grande mídia, ou seja, pela Globo. Não é assim no horário nobre da novela das 9?
Mas, em se tratando de Globo, não poderia ser diferente. É preciso relembrar que a Rede Globo foi fundada no Brasil em 1965, ou seja, 1 ano após o Golpe de 64, com grande apoio do Grupo Time Warner, dos EUA, para difundir em nossa cultura o American way of life, ou seja, para americanizar o Brasil. Lembram-se do estúdio de tradução Herbert Richers, que fazia a versão brasileira dos filmes de Hollywood que eram exibidos várias vezes por dia na programação da Globo? Era muito forte também o selo fonográfico Som Livre, que cuidava da trilha sonora “internacional” das novelas, que era, majoritariamente, composta por músicas de bandas dos EUA e da Inglaterra.
É vergonhoso como após 25 anos de redemocratização, o país ainda conviva com o mesmo modelo e monopólio de mídia televisiva, que não apenas foi fundado no seio do interesse do Regime Militar, mas como também foi responsável por sua manutenção, durante anos!
E agora, valendo-se de sua natureza golpista, a Globo, mais uma vez, está armando das suas. Felizmente, contamos hoje com meios de mídia também poderosos: as redes sociais, onde a verdade circula.  E vamos votar em Dilma para que ela possa promover a tão necessária reforma dos Meios de Comunicação passando, assim, o Brasil a contar com uma grande mídia nacional que seja, verdadeiramente, alinhada com os interesses do país, porque quem se favorece deste vergonhoso sistema, certamente, nunca vai alterá-lo.