sábado, 7 de fevereiro de 2015

Dignidade


21 famílias, cadastradas no Movimento dos Sem Casa, são mantidas em quadra do loteamento do Bairro Nova Monlevade sem abastecimento d água e impedidas de exercerem sua cidadania e o mínimo de dignidade.
São crianças, idosos e gente muito carente que, há dois anos fixaram residência no bairro e tiveram seus pedidos de Certidão de Número recusados pela atual administração. É a Certidão de Número que permite ao cidadão o acesso aos serviços públicos básicos como abastecimento d’água tratada, energia elétrica, etc. Sem a certidão, as concessionárias ou o equivalente não procedem à conexão das redes, o Dae é uma delas.  Sem ela também não é possível se conseguir um comprovante de residência.
Depois de várias reuniões e expedientes, sem resultados, junto ao governo dos Torres, os moradores do Nova Monlevade estiveram, na última quarta-feira, na Câmara de Vereadores, onde cobraram providências do Legislativo.