Na disputa do atual provedor do HM contra a AAHM, quem deve deixar o Hospital?

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Concurso Público

O concurso publico, recentemente, anunciado pela atual administração pode até ocorrer. Mas, é difícil acreditar que boa parte das 277 vagas seja, de fato, chamada a efetivar os quadros da Prefeitura.
Primeiro, porque o governo Torres tem, sistematicamente, terceirizado a prestação dos serviços públicos em João Monlevade, a contratar empreiteiras que possuem seus próprios funcionários. Difícil acreditar que as empreiteiras serão deixadas de lado para que funcionários concursados voltem a prestar os serviços públicos, diretamente.

Segundo, porque é ano eleitoral e a sensação que se tem é a de que também querem se aproveitar da situação de crescente desemprego para atrair número, proporcionalmente, grande de concorrentes/eleitores, que por motivos óbvios, acabarão induzidos a votar na candidata do governo, na esperança de, um dia, assumirem uma das 277 vagas anunciadas.