sexta-feira, 23 de abril de 2010

Inércia Administrativa

É notório o marasmo que afeta a administração Prandini. Muitos creditavam a apatia do governo ao clima de incerteza imposto pelo processo de cassação do prefeito no TER de Minas. No entanto, o fantasma da cassação já é passado e a explosão de energia que se esperava eclodir, mediante o favorável resultado na Corte Eleitoral não vingou. As engrenagens da máquina administrativa não giram. Ao que parece, o fantasma da cassação não era o único motivo da paradeira do governo.