terça-feira, 30 de novembro de 2010

Pacto Umbilical em Alta

Na prática, o decreto que retira dos secretários sua autonomia para ordenar despesas e as concentra nas mãos do prefeito revela que o Pacto Umbilical permanece mais forte do que nunca. Para aqueles que ainda não sabem do que se trata, Pacto Umbilical é aquele modelo de gestão específico, no qual o assessor de governo Emerson Duarte toma, exclusivamente, as decisões político-administrativas e Prandini, automaticamente, assina em baixo. Essa manobra, além de centralizar ainda mais poder nas mãos de quem realmente manda, ou seja, do assessor de governo, sugere a intenção de controle sobre aqueles secretários ou outros ocupantes de cargos comissionados que pretendam concorrer a algum cargo eletivo nas próximas eleições municipais. Afinal, a partir janeiro próximo, o atmosfera política do Município já estará toda voltada para o pleito 2012 e Prandini, que – escrevam o que eu digo – também será candidato, não permitirá que, de dentro de seu governo, emerja algum concorrente.