terça-feira, 30 de março de 2010

Tudo Tem Sua Forma e Seu Momento

Tudo tem sua forma e seu momento. Um governo, verdadeiramente, comprometido com a mudança e com a moralidade na Administração Pública, diante dos inúmeros indícios de corrupção da gestão Moreira, deveria ter procedido, ainda no primeiro ano do mandato, a uma rigorosa auditoria na Prefeitura, apurando contratos, termos aditivos, licitações, queimas de arquivos, etc, e, posteriormente, ter encaminhado um relatório das apurações ao Ministério Público, para que este tomasse as medidas cabíveis. Assim, a panfletagem do movimento A Verdade seria, então, desnecessária. Agir somente agora que a forca já está montada em praça pública possibilita ao cidadão comum uma série de indagações que contaminam ainda mais a imagem do prefeito.


PS: Antes que alguém possa, com base na postagem anterior, levantar incoerência em meus dizeres, já adianto que um erro não justifica o outro. Continua inaceitável o fato de o político mais processado da história do município, Carlos Ezequiel Moreira, atacar, covardemente, o Padre Marcos, que é legítimo, por seu próprio ministério, a emitir juízo de valor moral sobre o que quer que seja, principalmente, política.