Na disputa do atual provedor do HM contra a AAHM, quem deve deixar o Hospital?

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Como Fica a Câmara Depois das Eleições?

Para nós, mineiros, o encerramento do período eleitoral se dará com o segundo turno da eleição presidencial, no fim do mês. No entanto, o resultado aferido pelas urnas até então já é o suficiente para instruir e influenciar a Câmara de Vereadores a se posicionar, visando já as próximas eleições municipais. A Casa dos Legisladores, então, está apta a sofrer um fenômeno muito comum à realidade que vivemos no Município: a sedimentação política. Em outras palavras, o Legislativo monlevadense passará por uma movimentação política, que será, fortemente, influenciada pelas eleições deste ano. Assim, considerando o péssimo resultado obtido por Prandini nas urnas, o que se vê no horizonte é uma conjuntura política ainda mais difícil para o atual prefeito, que, provavelmente, perderá de forma substancial o pouco apoio que ainda tem da vereança local. Seria algo do tipo: “inferno astral legislativo” ou “pandemônio cameral consolidado”.