Na disputa do atual provedor do HM contra a AAHM, quem deve deixar o Hospital?

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Lucien

Li hoje no Jornal A Notícia um texto muito bem escrito pelo empresário Lucien Marques, intitulado Fator Político Mauri Torres. Como não poderia deixar de ser, o texto se caracteriza como um aberto pedido de votos para Mauri. Também, pudera: como apadrinhado político de primeira ordem do deputado, Lucien está fazendo o seu papel. Recentemente, Lucien anunciou sua saída da administração do Hospital Margarida, alegando que cumprira o seu papel diante da instituição de saúde. Tal fato remete o Monlewood a uma postagem publicada, em 15 de janeiro de 2010, na qual escrevi: Li no blog do Tiago Moreira que Lucien Marques pretende deixar a administração do Hospital Margarida. Não acredito. Como já disse antes, a saída de Lucien somente poderá ser cogitada, depois que a Gervásio Engenharia, empresa de propriedade de parente do deputado Mauri Torres, concluir as obras de construção do CTI. Dito e feito. Como a inauguração do CTI já é certa para os próximos meses, Lucien então deixa o Margarida.