sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Monlevade Cresce Desordenadamente



Monlevade tem sofrido um verdadeiro “bum” imobiliário. Novas construções pipocam por todos os bairros da cidade. É um ótimo indicador que reflete o acelerado crescimento econômico da cidade. No entanto, é preciso crescer com desenvolvimento. O crescimento desordenado das últimas décadas tem custado um preço alto à cidade, que, por conseqüência, tem sofrido com recorrentes contenções no trânsito, inundações periódicas e aumento da temperatura nos bairros centrais. O exemplo mais alarmante do crescimento desordenado monlevadense é o Bairro JK, localizado atrás do Hipermercado. Lá, prédios são erguidos, do dia pra noite, colados uns nos outros, criando um grande adensamento imobiliário, que, inexoravelmente, contribuirá para aumentar ainda mais os problemas já vividos na cidade. Existem estudos que comprovam que o adensamento imobiliário é um dos principais fatores causadores de inundações, engarrafamentos, impedimento da ventilação natural e consumo excessivo de energia elétrica, nos centros urbanos. São necessários planejamento, ordenamento e regulamentação pública sobre o setor. E isso, porque o prefeito é do partido verde. Imagina se não fosse. Se tudo continuar com está, em breve, a cidade vai dar um grande nó difícil de se desfazer.