Na disputa do atual provedor do HM contra a AAHM, quem deve deixar o Hospital?

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Outro Incêndio, Mauri?

Sábado passado, João Monlevade foi palco de mais um incêndio. Desta vez, numa residência do Bairro Nova Monlevade, ocasião em que uma criança de 1 ando de idade teve 60% de seu corpo queimado. A verdade é que os incêndios em Monlevade estão se tornando, cada vez, mais freqüentes e a cidade, apesar de sua expressão econômica e de seus quase 80 mil habitantes, ainda não conta com uma unidade pública do Corpo de Bombeiros. E o mais desconcertante é perceber que as autoridades não estão nem se lixando para o problema. O representante do povo monlevadense na Assembléia Legislativa, o Deputado Mauri Torres, nunca apresentou muito interesse pelo tema.
Nestes últimos 20 anos em que Mauri tem atuado como deputado estadual, somente a extrema falta de sintonia entre representante e representados pode explicar o fato de nem se terem como iniciados os trabalhos para a instalação do Corpo de Bombeiro em nossa cidade. Afinal, Corpo de Bombeiros é uma instituição estadual, vinculada ao governo de Minas e, portanto, da esfera de responsabilidade do deputado Mauri Torres, entre outros. É, simplesmente, inconcebível uma cidade do porte e da complexidade de Monlevade sem Corpo de Bombeiros.